Belém – Portel – Belém

Casa – Aeroporto Júlio Cesar – Portel – Fórum – Audiência

Fórum – Portel – Aeroporto Júlio Cesar – Escritório – Aula – Casa

Cessna 210

BelémPortelBelém

Portelaviões

PortelAeroporto

PortelAeroportoInternacional

FotodeMaraHermes

Anúncios

Sobre Lafayette

Xipaia... o último dos guerreiros!
Esse post foi publicado em Na Geral. Bookmark o link permanente.

10 respostas para Belém – Portel – Belém

  1. Lu Brasil disse:

    Menino, tu tens coragem de avuá nisso?
    O que rola do Govinda? É teu?

  2. Aluísia disse:

    Lu, a coragem do homem, está na necessidade em ultrapassar o medo que o impede de vencer. 😦 … Meu coração fica aflito. Mas, que “Papai do Céu” proteja esse menino, e, que ele me avise o quanto antes, que já está de volta – são e salvo – na nossa terrinha! 😉 Bjinhos a você, “maridus” e meus amiguinhos.
    Ps. Diga à dupla dinâmica, que a Mel sentiu falta deles nesse fds! … Au au au!!! Lambidinhas pra vocês.

  3. Lu Brasil disse:

    Ulha a Aluisiaaa “tia mãe da Mel”.
    Mas e o Govinda?

  4. Aluísia disse:

    UUUUUUUUFAAAAAA!!!!! … Graças a Deus! … a paz voltou a reinar! Meu marido já está de volta! Tudo correu bem! … E que corrida hein?! 😉

    Quanto ao Govinda, amiga, ia deixar ao indagado responder-lhe. Mas … é o seguinte: O Govinda é um restô muito legal – pra quem gosta, claro! – de um amigo nosso. Eu já era freguesa dele, desde à época em que funcionava uma filial de sua loja “GITA”, aqui pertinho do meu esc. Aí, resolveu manter apenas a loja da Alm. Tamandaré, fechar a daqui, e abrir o Govinda em seu lugar! … Confesso que fiquei um pouco frustrada quando vi a loja fechar, pois adorava aquilo lá! Ambiente agradável, com mantras ao fundo, e cheirinho de incenso mais agradável ainda. Era lá que eu comprava os meus! 😉 Veio então a nova jornada! Se acostumar com essa idéia de “Restô Lacto-Vegetariano” … Arg! … Adoro uma picanha tirada daquela pobre vaquinha que morreu de infarto no pasto, de tão gordinha que estava. 😉 Já pensou!?! … Resolvi então prestigiar o amigo. Gostei! Tenho que dar o braço a torcer! Essa alimentação é bem mais saudável que meus amados pedidos do Spoleto ou China in Box. Agora, durante a semana, quando dá, é lá que eu almoço. Quando não, … morro mesmo é no “engordiet”! O maridinho também gostou! … Então, ele resolveu dá essa força ao amigo Francisco! … É isso! Tentando, literalmente, ajudar os amigos! … Roonc! É! Lá vou eu, uma hora dessa, “almoçar” um belo x-filé, uma empada de frango, a rainha das rainhas, Coca-Cola, e, de sobremesa, uma fatia de bolo de queijo do niver da “mami”, que foi ontem. Bjsssss.

  5. André Costa Nunes disse:

    Lafa,

    Deixa de frescura. Esse voo é lindo, seguro, ainda mais nesse verão sem nuvens. Da próxima vez ve se me levas.
    Com mais uma esticadinha de 20 minutos de manto verde e descortinaria o Xingu da nossa paixão, mas mesmo assim a baía de Caxiuná é linda. As praias de areia branca e o rio verde transparente.

    Não entendo esses temores da Lu (claro que entendo), não fosse ela, filha de quem é. E tu também.

    Não estou com ciúmes do Govinda.

    Qualquer hora pinto por lá.

    Um beijo, sem medo de ser preso,

    Teu pai.

    • Lafayette disse:

      Monomotor é vôo em emergência! 🙂 🙂

      A ida foi tranquila. De manhã cedo é céu de brigadeiro.

      A volta, decolando às 13:30hs é que é foda. Porrada, algumas, de lá à cá!

      Mas, não tenho medo não, aliás, a postagem não fala, em nenhum momento, sobre medo de voar.

      Pra ser preso, por causa de beijo em filho, tem que ser italiano! 😉

  6. Pingback: Portel, portal, postal « Golden slumbers fill your eyes…

  7. Aluísia disse:

    Querido e amado, tio e sogro André!

    Talvez, exatamente, por sermos filhos de quem somos, nunca houve essa tal “frescura” de medo de aventuras. Sejam elas na terra, na água ou no ar! 😉 Friozinho na barriga?!? … faz parte! 🙂 … Adoro isso! 😉 … Como disse à Lu Brasil, “a coragem do homem, está na necessidade em ultrapassar o medo que o impede de vencer.” … Tenho necessidade de viver! Logo, necessito vencer! 🙂 😉 🙂

    Sogro! Os riscos estão aí para serem desafiados! …

    Aprendi com meu pai, por exemplo, que voar de “ultra-leve”, é menos perigoso que voar de “boing”. Coberto de razão! … Mas, veja só: Ser menos, não exime o outro de não ser! 😉 … Então, é mais ou menos por aí!

    Não tenho medo de voar! … Mas temo perder quem amo voando! 😉 … Credo! … Nem pensar!!! Aff!

    Ei! Mudando de assunto … quem ficou com ciúmes agora fui eu!!! Além de levar “meia-bronca”, injustamente, sequer recebi um beijinho! 😦

    Obrigada, sogro! ;););) … Também amo o senhor! 🙂 🙂 🙂

    Ps. Um beijo na minha tia e sogra, Esthér!

  8. Pingback: Portel, portal, postal – 2 « Golden slumbers fill your eyes…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s