Ecos do GRANDE ENCONTRO (Belenâmbulo)

Do blog do Belenâmbulo, do impagável e incomprável, Wagner, trago pra cá um eco do GRANDE ENCONTRO!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009
Calado no Diálogo Aberto

Na quarta-feira passada, recebi, surpreso e desconfiado, um convite por e-mail para participar do tal “Diálogo Aberto” com a governadora. Como não tiveram o cuidado de ocultar os demais destinatários, vi que a mensagem também seguia para alguns figurões da blogosfera paraense.
Só confirmei minha participação após um contato telefônico, afinal teria de me ausentar do trabalho (meu único patrocinador) para poder comparecer ao evento.
Como fui o primeiro a me apresentar, o pessoal da segurança não soube direito o que fazer comigo. A princípio, não me deixaram entrar de carro, e me encaminharam para uma sala (que chamaram de “recepção”) um tanto quanto inóspita, bem ao lado da guarita de entrada do Palácio dos Despachos, onde permaneci por cerca de cinco minutos. Então, mandaram-me seguir para outra recepção, na qual seria devidamente orientado. Lá chegando, um senhor bem-intencionado, porém mais perdido do que eu, disse-me que no gabinete da governadora talvez soubessem me informar alguma coisa.

Ainda bem que já tomei meu café-da-manhã…”, pensei.

Na antessala do gabinete, recebeu-me oo Sr. Paulo Roberto Ferreira, Secretário de Comunicação, muito amável e solícito.

A governadora está a caminho. Vamos conhecer a Secom?
Ainda bem que já tomei meu café-da-manhã“, pensei novamente.

Como foi feita a seleção dos blogs convidados? – até então eu não havia entendido o que o humilde Belenâmbulo faria ali.
Foram escolhidos por nossa assessoria com base na longevidade e na relevância.
Um ano e pouco de existência… Média de oitenta visitantes diários… Continuei sem entender como fui parar ali…

Então tá…

Aos poucos, o povo foi chegando. Marcelo Marques, do Bacana, com quem troquei algumas poucas ideias… LLuiz, do Observatório Eleitoral… Valéria, da Pará Rádio (é isso mesmo?)… A partir daí não deu mais para memorizar o nome de ninguém. Era só um olho-no-olho, um sorriso reluzente de pessoas-vencedoras-de-bem-com-a-vida, um aperto de mão efusivo, e tchau…

Muita gente já me disse que sou meio alesado, demoro para captar as coisas no ar. Pois é… Foi só por essa hora que eu saquei que se trataria de uma entrevista coletiva com a governadora.

Mas o Belenâmbulo não opina… não fala de política… O QUÉQUEUTÔ FAZENDO AQUI???” – pensei, agora com toda a convicção.

Embora eu tenha minhas opiniões, não sou muito paciente para ouvir conversa de político. Sei bem que, em alguns meios, a palavra (sobretudo a falada) tem muito pouco valor. Prefiro observar as atitudes e tirar minhas próprias conclusões. Minha atuação como cidadão/eleitor resume-se a votar conscientemente, e tentar convencer, através do exemplo, aqueles que convivem comigo a fazerem o mesmo, não necessariamente votando no mesmo candidato.

Que fazer, então? Curtir o momento. Tomar um cafezinho. Ouvir. Ouvir. Ouvir. Fotografar. Fotografar. Fotografar.

A blogosfera já está repleta de relatos.
Zé Carlos do PV: Resumo do café com os blogueiros
Zé Carlos do PV: Café com blogueiros
Estado do Tapajós: diversas postagens
Ananindeua debates: Ana Júlia apresenta as políticas de governo aos blogueiros paraenses
CJK: Breakfast
O Mocorongo: Governadora recebe e conversa com blogueiros
Relato do site do governo

Essa postagem do CJK reflete bem minha percepção a respeito do encontro. Agora, daí a imaginar que seríamos “cooptados” e que os que falam calariam suas bocas – como insinuaram vários comentaristas em postagens como essa do Flanar, ou nas diversas postagens do blog da Franssinete Florenzano – é subestimar nossa inteligência.
Pior ainda foi essa postagem do blog do Deputado Vic Pires Franco (pelo menos aqui ele se identificou), que, pela generalização bem-humorada, porém de mau-gosto, acabou me ofendendo gratuitamente. E eu nunca mexi com ele… Perdeu um voto.

É verdade que a conversa foi superficial, conforme previu o blog do Espaço Aberto ao justificar sua ausência à entrevista à entrevista, como também é verdade que o diálogo foi aberto. A governadora falou o que quis, e não houve restrições aos questionamentos, os quais foram respondidos de acordo com a conveniência.

O Belenâmbulo não vai mudar sua linha editorial. Entrei mudo e saí calado. Em compensação, as fotos…

Anúncios

Sobre Lafayette

Xipaia... o último dos guerreiros!
Esse post foi publicado em Na Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s