JOSÉ WALDIR DE MATOS TOJAL, simplesmente, TOJAL

O papai, finalmente, começa a escrever sobre uma figura ímpar: JOSÉ WALDIR DE MATOS TOJAL, simplesmente, TOJAL.

Ele, juntamente com tio Anfrísio, e este, juntamente com o Zeno Veloso, fazem parte do meu imaginário de criança/adolescente.

As histórias contadas e cantadas deles meio que se misturam, na minha cabeça, com as do Guimarães Rosa, Nelson Rodrigues, Ariano Suassuna e Jorge Amado… uma realidade fantástica, fantástica.

De lá, do Tipo Assim Folhetim, trago somente este docinho de quero mais:

Um belo dia, em um paneiro, o Zé Cariri teve a idéia de levar uma preguiça recebida em um encontro de contas. Ofereceram o bicho ao cozinheiro de um cargueiro grego. Não tinham a menor esperança de se ver livres daquela inutilidade. Zé Cariri havia, sem muita convicção, ensaiado uma lábia, de que era uma iguaria deliciosa, ensopada com jerimum. Sabia que não ia colar, mas tinham que tentar. Antes que o Zé falasse, Tojal se adiantou, piscando para o intérprete:

– Meu senhor, isso é uma fera pra pegar rato em porão de navio.

Mais? Ah, então se deleite na postagem, ADORÁVEL SACANA!

…e tem mais, muito mais, como o dia em que Tojal disse: é merda mesmo!

Ah, e para quem que ver o Tojal, eis uma foto dele:

Tojal é o do meio!

Anúncios

Sobre Lafayette

Xipaia... o último dos guerreiros!
Esse post foi publicado em Derrubando a idade, Na Geral, Pra rir. Bookmark o link permanente.

6 respostas para JOSÉ WALDIR DE MATOS TOJAL, simplesmente, TOJAL

  1. Lafayette, teu pai não existe, com certeza foi inventado! Rsrsrsrsrs… Simplesmente maravilhosa a crônica sobre o Tojal. Vou fazer um post no meu blog chamando para o Simplesmente assim… Folhetim. Beijo!

  2. Tadeu disse:

    Cara ,
    Ontem passei mal de tanto rir lendo sobre o Tojal , tem uns momentos que a gente tem que parar pra uma pausa.
    O lance do Billy Blanco Bronha é de matar rsrsrs
    Eu que estou viajando semana que vem mesmo sozinho vou guardar minha escova de dentes no cofre , vai que o Tojal dá um bordejo no meu quarto.Seguro morreu de velho.
    Minha viagem está confirmada chego 03 nas madrugas trabalho quinta e sexta e vou almoçar no Terra do Meio no dia 06.
    Abraços
    Tadeu

    • Ôpa, dia 06, então, está mais certo que o sol se levantará no horizonte: almoçamos no Terra do Meio.

      Escutarás uns outros causos do Tojal e demais personagens ímpares que rondam e já rondaram minha família. Dá livro, ou melhor, já deram 2 e vem mais por aí!

      Ligue-me (mandarei o cel. pro teu email), assim que puderes.

  3. Tadeu disse:

    Dom Lafayette , o gente boa , manda separar os livros que vou comprar.
    Abraços.
    Tadeu

  4. Lafayette disse:

    Um belo dia, era uma tarde ensolarada em Macapá, lá estava a madame Satã nº 4, com o cabelo de boneca velha e aquele sinal de botão de discarga de privada…, exclamou BRITAMISSSSS, fiquei assustado pois procurei o mais longincuo para me esconder mas, não teve jeito ela me encontrou, disse que ainda estava no seu acervo o quadro que era do Andrezamis , pintado pelo Janio Quadros, se era eu não sei mas o Andrezamis disse que tinha comprado por uam grana preta, mas na época houve até arranca rabo, por causa do mesmo.Mas Jânio era, ídolo do Tojamis, que pelo quadro deu-lhe um checamis.Pois aqui fico a relembar aquelas, armações do nosso saudoso Tojal, pai do BUIÚ (Tojalzinho).Por conseguinte aquele rapaz simpatico naquela foto, sou eu BRITAMIS, um grande abraço..quantas saudades das nossas anturragens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s