Belém, de quem?

BELÉM, MÃE MALTRADA

395 anos, quem diria
Os tumpinambás, não diriam

Feliz Lusitânia
Santa Maria do Grão Pará
Santa Maria de Belém do Grão Pará
Belém

Fostes muitas
Agora, és tantas

Chamaram-te de Capital da Amazônia
Hoje, vives do passado
Querendo mudar o presente
De um futuro nada promissor

Canoa furada
Navegando sem remo

Belém das incivilidades
De uma gente que diz te amar
Mas que te maltrata
Feito pessoas desalmadas

Belém, que de Cidade Morena
Hoje és Cidade do Caos

Muitos encantos, sem dúvida
Muitos cantos
Muitos te amam
Muitos te odeiam

Trânsito selvagem
Crescimento desordenado

Cercado por dois rios
Mares, na verdade
Virada de costas
Mais pareces emburrada

Belém, quem te quer assim?
O que fizeram te ti?
Por onde andastes?
Quem fez isto contigo?

Belém, apaga teu bolo
Choras baixinho
Pois, és senhora-mãe
Teus filhos não te merecem 


Anúncios

Sobre Lafayette

Xipaia... o último dos guerreiros!
Esse post foi publicado em Na Geral. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Belém, de quem?

  1. ANDRÉA MAIA disse:

    Adorei Lafayette a crítica poética ao tratamento que damos a nossa cidade,é isso mesmo,falei com vc em Salinas na casa da pracinha.

    • Lafayette disse:

      Críticas de quem quer ver Belém bem…

      Ps.: Não precisa esclarecer, sei quem és! Amiga de longas datas. 😉

      • ANDRÉA MAIA disse:

        FAÇA SEU FACEBOOK,LÁ DISCUTIMOS TODOS OS ASSUNTOS E VC SERIA MUITO BEM VINDO COM SUAS CRÍTICAS INTELIGENTES E ARTIGOS INTERESSANTES.SERIA MAIS UM CANAL DE COMUNICAÇÃO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s