Belém, tão só!

Belém
Qual o motivo
Que sem motivo algum
Te abandonaram

Te deixaram em má compania
Com companias que não se deixam
Nem o pior amigo
Com o seu pior inimigo

Por onde estás?
Por onde vais?
Tão bela
Tão só.

 

Anúncios

Sobre Lafayette

Xipaia... o último dos guerreiros!
Esse post foi publicado em Poemeu. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s