AO MESTRE ZENO, COM AMOR

Um dos meus causos, de tantos, com o Mestre Zeno.

Antes, é preciso dizer que o Zeno Veloso era amigo do meu pai, do meu tio Anfrísio e do Tojal, amigos de todos. Um quarteto inacreditável!

Tinha saído do escritório de advocacia ALUÍSIO MEIRA, sogro e meu pai jurídico.

Depois de três anos bons e de grandes ensinamentos, resolvi sair.

Liso que nem mussum, fiquei uns meses procurando uma sala que desse no meu rendimento, que era nenhum.

Encontrei.

Na verdade não era uma sala, era a recepção de um consultório de dentista. Ele havia demitido a recepcionista e resolveu alugar o espaço.

Como não tinha como pagar o aluguel, pelo menos no começo, troquei por ser o recepcionista e o cobrador de pacientes que o devia, em um jogo de empate.

Era ali na Diogo Móia.

Uns clientes apareceram, poucos. Uns davam calotes, outros, só me pagariam se ganhassem a ação.

Passados uns meses, já entrando em desespero, querendo largar a advocacia e me empregar em qualquer coisa para receber um salário mensal garantido, toca o telefone.

Não, mas, antes tenho que contar algo.

Acho que no 2° mês que havia saído do escritório do Dr. Aluisio, fui lá falar com a Aluísia, minha esposa, que ainda fica na 13 de Maio, mesmo quarteirão do, antigo, Cartório Chermont, capitaneado pelo Mestre Zeno.

Zeno era, além de amigo do Dr. Aluisio, cliente.

Quando já ia saindo do edifício, depois de falar com a Aluísia, escuto: Ei, Lafayette! Ei, Lafayette!

Era o Nonato, fiel escudeiro do Zeno.

É que o Zeno tinha me visto, de longe, chegando e entrando no edifício do escritório e mandou o Nonato ficar de plantão no térreo:

-Assim que ele descer, leve-o para falar comigo.

Assim foi e assim fui.

O Zeno atendia em uma sala grande, cheia de detalhes, de coisas interessantes, estatuetas, livros históricos e tal.

Já me falou, não, gritou:

-Tens merda na cabeça, Lafayette? Poooourra! (Zeno dizia um “porra” característico).

Sentei, rindo e perguntando:

-O que foi, Mestre?

-Fui lá no Aluisio e soube que não trabalhas mais lá.

Continuou…

-Foi briga?

-Não. Amigavelmente.

-Foi dinheiro?

-Não.

-Foi porque quisestes?

-Foi!

-Não falei? Tens merda na cabeça. O escritório do Aluísio é um dos melhores, lá vais crescer juridicamente, aprender, acabastes de te formar etc.

Bem, expliquei os meus motivos, conversamos outras coisas e saí.

Lá no meu escritório/recepção fiz uma estratégia: Imprimi numas folhas A4, cortei em forma de cartões, com o meu nome, telefone e endereço e, saí espalhando.

Deixava, como se tivesse esquecido, um monte no banco do taxi. Entregava para quem aparecesse.

Tocou o telefone. Atendi:

-Alô, escritorio Lafayette Nunes Advocacia.

-Alô, Dr. Lafayette? Indicaram o senhor.

-Pois não.

-É o seguinte, tenho uns imóveis, umas salas e uns inquilinos não estão me pagando. O senhor cobra?

-Sim, cobro, extra ou judicialmente.

-Não, nada de Judicial. Comigo é na porrada, tenho uns bate-paus, o senhor vai com eles e arranca dinheiro, carro, geladeira, qualquer coisa que pague os alugueis atrasados.

-Senhor, sou advogado e não leão-de-chacará. Primeiro, mando um carta-convite para o devedor comparecer ao escritório, digo da vantagem de fazer um acordo…

Quando ia continuar:

-Ora, vai se danar, Lafayette, é o Zeno, poooourra, te conheço de família, sei que não és advogado ralé. Estou te ligando para te convidar a ser meu assessor jurídico lá na Secretaria de Justiça.

O PROCON é uma Diretoria da Secretaria e quero que me assessores nisto. Vais arrumar a casa lá, ajudando a Diretora que é minha amiga.

E assim foi por mais de ano, salvo engano.

Tendo a sorte de pegar aula de graça, ou melhor, até sendo pago, diariamente, de um grande Mestre do mundo jurídico.

Valeu, Mestre Zeno!

Sobre Lafayette

Xipaia... o último dos guerreiros!
Esse post foi publicado em Na Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s