Arquivo da categoria: Mistérios que me afligem a alma!

Série de mistérios que me atormentam a vida.

VAI QUE É TUA TAFFAREL!

Leia e conclua. Tem isenção até para entrada de COMBUSTÍVEIS no Brasil, e tudo vai até 31 de dezembro de 2015! Lei nº 12.350, de 20 de dezembro de 2010 Dispõe sobre medidas tributárias referentes à realização, no Brasil, da … Continuar lendo

Publicado em Está na Lei, Mistérios que me afligem a alma!, Ser político | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Viva a Maria de Nazaré?!?! VIVA! VIVA! VIVA!

Maria de Nazaré Bentes Lemanski, minha madrinha querida, irmã da minha mãe, morreu esta manhã. Mas, é como postei abaixo, “Nós vamos morrer, e isso nos torna afortunados. A maioria das pessoas nunca vai morrer, porque nunca vai nascer”. E esta … Continuar lendo

Publicado em Mistérios que me afligem a alma!, Na Geral | Marcado com , , | 8 Comentários

Tia Bolota!

“Nós vamos morrer, e isso nos torna afortunados. A maioria das pessoas nunca vai morrer, porque nunca vai nascer. As pessoas potenciais que poderiam estar no meu lugar, mas que jamais verão a luz do dia, são mais numerosas que … Continuar lendo

Publicado em Mistérios que me afligem a alma!, Na Geral | Marcado com , , | 1 Comentário

A expressão perfeita!

A capa do jornal Diário de Pernambuco expressa, perfeitamente, o sentimento dos brasileiros, acerca do massacre ocorrido na escola pública no Realengo, Rio de Janeiro.

Publicado em Como assim, Bial?, Incivilidades, Mistérios que me afligem a alma! | Deixe um comentário

Tsunami

Vídeo mais impressionante, pra mim, do tsunami do Japão de hoje:

Publicado em Mistérios que me afligem a alma! | Marcado com | Deixe um comentário

Foto estórica

Sob o título Para quem precisa ver para crer, a repórter Rita Soares, no seu Blog da Repórter, mostrou o um encontro estórico, em todos os sentidos: Imagem do comício do PMDB em Paragominas, o primeiro a juntar Jader Barbalho … Continuar lendo

Publicado em Mistérios que me afligem a alma!, Na Geral, Pra rir | Deixe um comentário

Reflexões de um velho curupira

Reflexões de um velho curupira 16/07/2010 por André Costa Nunes Reflexões de um velho curupira André Costa Nunes São quase seis da tarde. O último freguês se despediu. Fechei o caixa minguado de meio de semana e fim de mês em … Continuar lendo

Publicado em Mistérios que me afligem a alma!, Na Geral | 1 Comentário